Tag Archive for everything changes

A Segunda Geração

Zak Starkey

O filho de Ringo não tem até hoje nenhuma gravação solo.
Como baterista, no entanto, tem tido uma carreira marcada por estar constantemente acompanhando figuras do alto escalão do cenário do rock: Spencer Davis Group, Ringo Starr and His All-Starr Band (assisti ao show deles em Cincinnati, US, em 1992, com Zak na bateria!), The Who, Oasis…

Zak e Keith Moon

A relação de Zak com o Who vem de longa data. Foi Keith Moon, baterista do Who e seu padrinho, quem lhe deu de presente o primeiro kit de bateria, contrariando o pai, que gostaria de ver o filho encaminhado em outra carreira que não a de músico.
Zak vem acompanhando o Who há muitos anos, em suas apresentações ao vivo (a primeira em 1996, quando o grupo se reuniu para a apresentação completa da obra Quadrophenia, seguida de uma turnê pelos Estados Unidos e Europa), embora nunca tenha aceitado o convite de Pete Townshend e Roger Daltrey para se juntar oficialmente ao grupo. Talvez porque Zak prefira estar sempre disponível para outras participações em discos e shows de outras bandas.
Townshend e Daltrey chegaram a declarar que Zak é o melhor baterista que o Who já teve desde a morte de Keith Moon. Um elogio dos mais significativos, considerando o padrão de exigência de uma banda como The Who, e tendo em vista que Moon sempre esteve entre os mais votados em qualquer eleição do melhor baterista do rock de todos os tempos!
Em 2004, Zak atendeu ao convite dos irmãos Gallagher e participou da gravação do álbum Don’t Believe The Truth, lançado naquele ano pelo Oasis, assim como também foi o baterista da banda em toda a excursão que se seguiu, em 2005.

Zak no Oasis

Julian Lennon
O primeiro filho de um Beatle que se lançou de corpo e alma na carreira de músico.
O início da carreira de Julian pode ser tomado como sendo sua participação no álbum Walls and Bridges de John, em 1974. Então com 11 anos, Julian toca bateria em uma pequena brincadeira que John faz com o filho em uma gravação de “Ya Ya“.
No início dos anos 80 Julian obteve grande sucesso, principalmente com seu primeiro álbum Vallote que continha o single “Too Late For Goodbyes” . O rock estava de luto com a morte de John e a figura semelhante, o timbre de voz e o sobrenome foram decisivos para uma imediata aceitação do trabalho de Julian. Mas é muito difícil ser o filho de um ídolo desaparecido, principalmente com a marca da genialidade de John Lennon.
Após um início de carreira bem frenético: discos, excursões, TV, cinema, shows, participações as mais diversas, Julian se aquietou após o lançamento de seu último álbum, em 1998 – Photograph Smile.

Em 2009, Julian retornou ao estúdio de gravação e lançou um single beneficente, “Lucy”, em homenagem a Lucy Vodden, após sua morte por uma doença chamada lupus. Em 1967 Lucy, colega de Julian na escola, foi a personagem do desenho que veio a inspirar John para a composição de “Lucy In the Sky With Diamonds“.

Julian acaba de lançar o CD Everything Changes.
Em breve, a continuação, com Sean Lennon, Dhani Harrison e James McCartney.